movediça

 

Ela estava num quadrinho, como sempre esteve. Mas de repente os balõezinhos de pensamento se multiplicaram desordenadamente e ela se viu sem espaço para ser. As nuvenzinhas de pensamentos saíam de cada poro seu, sempre rechonchudas e inflando mais e mais, na velocidade inalcançável das suas construções imaginárias. Em quase todas, havia cenas e palavras e amor verdadeiro e suficiente, bastante. Tantas cenas ela desenhava mentalmente para despistar a simples e universal incapacidade de assumir algo tão “oni-desejado”: amar e ser amado. Então, eis que agora não havia mais espaço para que o quadrinista-mor lhe desenhasse atitudes, movimentos, e nem mesmo sonhos. Ela estava presa nas bulhufas que criara compulsivamente, personagem atrevida que era. E então deu-se conta que a única possibilidade que lhe restava era a da estafa assumida e colorida. A estafa que se simbolizaria por um quadrinho trazendo a legenda “FIM”. Fim, em letras maiúsculas, como deve de ser. E infeliz para sempre, como o é. Na última vez em que seria enquadrada, ela então pediu, rogou por seu retorno à caixa-ovo de onde viera. Devolva-me para minha caixinha segura que é a sua caixola insegura. Quero ser pra mim mesma somente, ainda que isso acarrete em um não ser exatamente tão fracassado quanto o da existência compartilhada pelas perspectivas traçadas pelo lápis esperançoso do amor! Obs: eu li a Clarice e me aprofundei mais ainda em mim. Acho que desta vez eu me afundei inteira em mim mesma. Pensa bem o que essa mulher escreveu, se tem jeito! Alguns trechos: 

“Era um desinteresse manso em relação às coisas ditas do intelecto, uma doçura de estupidez.”

“…Comigo você falaria sua alma toda, mesmo em silêncio. Eu falarei um dia minha alma toda, e não nos esgotaremos porque a alma é infinita. e além disso temos dois corpos que nos será um prazer alegre, mudo, profundo.”

 

 

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s