Monthly Archives: Maio 2012

Parir anonimato

    Eu não sei bem o que está acontecendo comigo. Ou sei muito bem e não quero conceber. Da mesma forma como tenho consciência de uma mediunidade e não tenho coragem de encarar uma sessão espírita. É difícil quando … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | 2 comentários

Novas mãos à obra

Quando entra num bar um bêbado maluco e inconveniente, a gente tem que evitar dar papo. A gente tem que disfarçar e sair e pode até usar de tom agressivo nessa hora. Eu não consigo fazer o que se tem … Continuar a ler

Publicado em Tá na hora do cuco sair de casa! | Deixe um comentário

Um poste cresceu até a altura da minha janela do trabalho. Os pombos pousam e se namoram pra me distrair.

  Parece que eu estou pirando. Ficando doida, louca, insana, lelé da cuca, porra loca, maluca beleza. É como se eu tivesse cheirado algo entorpecente na noite de ontem, mas não me lembrasse hoje porque o álcool afogou na minha … Continuar a ler

Publicado em Tá na hora do cuco sair de casa!, Uncategorized | Deixe um comentário

Quentinhos, ambos!

  O inverno supervaloriza a companhia do meu edredon. Mas a sua continua cabendo em nós dois.  

Publicado em vontade... | Deixe um comentário

Home, green home! Hope is mind building…

Ninguém muda ninguém. Eu economizo energia pra vir visitar meu berço. Economizo o tanto que dá. E sempre penso tudo que eu poderia fazer pra mudar o cenário, a iluminação do ambiente. Sempre penso num jeito impossível de mudar cada … Continuar a ler

Publicado em Tá na hora do cuco sair de casa! | Deixe um comentário

Sobre um hoje que passou

Hoje é dia de cabeça pesada sobre o ombro. É dia de perna pesada pra dança. É dia de começo de gripe. Ontem foi quando eu esperei seu tempo de entender, de refletir. Ontem foi também quando você se misturou … Continuar a ler

Publicado em Tá na hora do cuco sair de casa! | Deixe um comentário

A gente aceita o pito que a Arte dá?

Eu estou completamente maravilhada com o trabalho deste artista polonês. Quando fiz meu mochilão pela Europa, lembro-me da sensação de fartura que a Polônia me proporcionou pelo preço das coisas, em relação aos outros países que eu já tinha visitado.  … Continuar a ler

Publicado em Art turns Life into something you can get away with | Deixe um comentário